Tuesday, December 05, 2006

Este sim, é um verdadeiro Salazar

Quem são os futebolistas das 13 restantes equipas que poderiam ter um lugar nos planteis dos três grandes? Eis uma questão capaz de puxar pela imaginação dos fanáticos da bola durante horas a fio, impedindo-os de gastar o próximo subsídio de férias em "sites" de apostas ou de perder horas de trabalho em fóruns de discussão. Mas o pior é que a resposta tende a aproximar-se do zero. À primeira vista não há ninguém que cumpra os critérios exigíveis. Entre os que se aproximam - basicamente poderiam ser bons reservistas ou soluções para quando o apetite dos gigantes europeus subtrair o campeonato português das suas escassas estrelas - encontram-se o extremo leiriense Sougou, actual colega de equipa do central Marcos António, o guarda-redes nacionalista Diego Benaglio, o lateral-direito Patacas (fruto da escola de Alvalade precocemente desviado para a Madeira), o intermitente e por vezes apático Ricardo Sousa (mas quem consegue marcar seis ou mais golos por ano de livre directo merece indulgências) e os bracarenses Paulo Jorge, Andrés Madrid e Zé Carlos. Não é uma lista muito longa, admito. O que vale é que ainda falta a estrela da companhia: José Pedro Salazar, o meio-campista do Belenenses que, após uma meritória passagem pelo Vitória de Setúbal, vai fazendo tudo o que está ao seu alcance para salvar a honra do Restelo. À medida que os resumos mostram os seus remates de longa distância é possível que os "gestores de activos" do Sporting, Benfica e FC Porto um dia reparem no jogador a meio-caminho entre a juventude e a veterania que certamente não desmereceria todos os minutos na segunda parte que treinadores desesperados lhe concedessem. E eu até acho que ele ficaria muito bem de verde e branco (ou de amarelo e verde, ou lá o que é).

5 Comments:

Blogger gustavosampaio said...

Diego Benaglio, Nacional, é melhor do que Quim do Benfica.

Alonso, Nacional, é melhor do que Ronny e Tello do Sporting e do que Marek Cech do Porto.

Roberto Brum, Académica, é melhor do que Carlos Paredes e Custódio do Sporting.

Madrid, Braga, é melhor do que Carlos Paredes e Custódio do Sporting.

Lino, Académica, parece ser melhor do que Ronny e Tello do Sporting e do que Marek Cech do Porto.

Filipe Teixeira, Académica, é melhor do que Carlos Martins do Sporting e do que Nuno Assis do Benfica.

Nem, Braga, é melhor do que Bruno Alves do Porto e do que Polga do Sporting.

Gregory, Marítimo, é melhor do que Bruno Alves do Porto e do que Polga do Sporting.

Roland Linz, Boavista, parece ser melhor do que Carlos Bueno e Alecsandro do Sporting.

Janício, Setúbal, é melhor do que Miguel Garcia do Sporting e mais ou menos similar a Bosingwa do Porto.

Enfim, Paulo Machado, Leiria, e Hélder Barbosa, Académica, ainda não são, mas vão tornar-se muito bons jogadores.

4:57 PM  
Blogger Leonardo Ralha said...

Admito que tens inteira razão no que ao Diego diz respeito (mas o Pedro Roma também é melhor do que o Quim...) e também nos casos do Hélder Barbosa e do Paulo Machado (mas esses foram emprestados pelo fêcêpê e por isso não os coloquei na lista, tal como não o fiz com o possível futuro avançado sportinguista Silvestre Varela). E também me parece de elementar justiça notar que o Linz é melhor do que o Bueno (no caso do Alecsandro diria que o desafio é equilibrado).
Agora o Janício e o Lino, homem de Deus! Ambos são muito inconsistentes, ficando num patamar inferior ao do Alonso, Brum, Madrid, Nem, Gregory (esse até tem uma bela média de golos de cabeça) e Filipe Teixeira. Mas quando a esse último, permito-me acreditar que não é concorrência séria ao Carlos Martins. Até porque o único obstáculo a evitar que o número 10 do Sporting se assuma como o melhor meio-campista português nascido em Portugal (lá fica o Anderson Luiz de Sousa fora das contas) é aquele que ele vê quando se olha para o espelho. Talvez uma sessão semanal de psicanálise (seguindo o exemplo de personagens como eu próprio ou o Tony Soprano) resolvesse muita coisa no Alvalade XXI. Mas até lá, reitero o que escrevi: espero que os gestores de activos (e eventualmente até os gestores de passivos) aproveitem a época natalícia para ver a estrela que brilha em Belém.

5:27 AM  
Blogger gustavosampaio said...

ah ah ah! o pedro roma é o pior guarda-redes da liga! a académica perde 20 pontos por época por causa dele! e o lino vai marcar muitos golos de livres e é muito rápido a subir pelo flanco! já o janício, não meto as mãos no fogo pelo dito mas, não me parece mau de todo...

9:04 PM  
Blogger Leonardo Ralha said...

E o Sougou, meu caro? Que jeito não daria a qualquer um dos três grandes (sobretudo se o Quaresma, Nani e Simão demandarem outras planícies) quando o mercado reabrir...

P.S. - Vê lá se orientas o Pedro Roma para estar no seu "melhor" quando for a Alvalade.

1:25 PM  
Blogger gustavosampaio said...

não gosto do sougou. é daquele tipo de jogadores que só sabe correr, muito veloz, mas que não tem um mínimo de qualidade técnica, e muito menos elegância (no sentido "futebolístico" do termo). é tipo douala, só que o douala ainda era um pouco mais tecnicista (e mesmo assim nem no middlesbrough tem lugar). além disso já o vi ter duas ou três entradas assassinas sobre guarda-redes. não gosto dele, ponto final.

a académica, por sua vez, vai dar um banho de futebol em alvalade mas, como habitualmente, vai perder o jogo, devido a infantilidades na defesa ou mais dois franguinhos do pedro roma. é o tradicional jogo aberto e naïf da velha briosa. por isso não te preocupes muito.

3:40 PM  

Post a Comment

<< Home

d